Os 8 Lançamentos de Novembro que você deveria jogar!

Eaí, turma? Como estão?

Hoje eu decidi trazer para vocês uma lista contendo os lançamentos do mês de Novembro – diga-se de passagem, mês repleto de títulos incríveis – que devam ser jogados, ou pelo menos conhecidos, por todo bom gamer.

SoM

1. Middle-Earth: Shadow of Mordor – Se você ama The Lord of the Rings e todo o universo criado por Tolkien, certamente você irá adorar “Middle-Earth: Shadows of Mordor”, um brilhante jogo de ação em terceira pessoa. Neste game, vivemos Talion, um jovem guardião de Gondor que vê sua esposa e filha serem assassinadas diante de seus olhos, antes que ele mesmo fosse morto. Após um ritual macabro, o corpo de Talion é possuído pelo espírito de um elfo morto há muito tempo e, assim, renascem. Duas mentes em um mesmo corpo, ambas buscando vingança. Gráficos razoavelmente belos, personagens clássicos e uma jogabilidade bem semelhante à de Assassin’s Creed/Tomb Raider/Far Cry tornam este jogo uma combinação perfeita, fórmula certa para diversão nerd.

Middle-Earth: Shadow of Mordor está disponível para XBOX 360 e Ps3.

oras

2. Pokémon Alpha Sapphire/Omega Ruby – Ainda que seja um remake e que a história entre os vários títulos da franquia Pokémon sejam praticamente iguais, este é o segundo jogo em 3D das aventuras dos nossos monstrinhos favoritos. Não é preciso ser um grande conhecedor das versões anteriores para saber que, neste game, encarnaremos um (a) jovem que acaba de completar a idade necessária para aventurar-se em um vasto mundo, caçar pokémons, treinar e coletar insígnias. Parece simplista, mas o jogo em si é muito nostálgico e é bastante interessante notar as diversas evoluções que aconteceram desde Pokémon Ruby/Sapphire/Emerald até aqui, falando não apenas de gráficos, mas de jogabilidade.

Pokémon OR/AS está disponível apenas para 3DS.

Ru

3. Assassin’s Creed Unity & Assassin’s Creed Rogue – Lançamento simultâneo de duas versões da mesma franquia, uma jogada bastante arriscada, ainda que inevitavelmente lucrativa. Em “Assassin’s Creed: Rogue” vivemos Shay Cormac, um assassino que torna-se templário em meio ao caos do conflito Franco-Indígena, uma das batalhas da Guerra dos Sete anos no século XVIII. Já em “Assassin’s Creed: Unity” somos jogados no ambiente da Revolução Francesa e entramos na pele de Arno Victor Dorian, um francês que é adotado por uma família importante da ordem dos templários. Uma observação interessante: os jogos estão conectados, visto que Shay Cormac é aquele que assassinou o pai de Arno Victor Dorian, tornando-o um órfão. Como sempre, Assassin’s Creed dá um show em adaptação de background histórico e jogabilidade, sendo sempre divertido passar algumass horinhas jogando-o.

AC Rogue está disponível para XBOX 360 e Ps3, enquanto AC Unity está disponível para XBOX One e Ps4.

tc

4. The Crew – Preciso ser sincero: eu não curto muito jogos de corrida, mas “The Crew” é realmente uma exceção à regra. Não sendo suficiente ter um gráfico de brilhar os olhos, o game conta com um mundo aberto que dá ao jogador possibilidade de viajar todo o Estados Unidos – divido em zonas que o jogador precisa desbloquear ganhando as rachas – em uma hora. O jogo quebra com o estereótipo desse gênero porque possui uma história de fundo interessante. Não limitando-se apenas a vencer corridas indiscriminadamente, The Crew nos apresenta Alex Taylor, um rapaz que, em busca de vingança, está disposto a arriscar sua vida em corridas e infiltrar-se em grupos criminosos.

The Crew está disponível para XBOX One e Ps4.

fc

5. Far Cry 4 – Mais um título da brilhante franquia action-survive, Far Cry. Neste novo episódio, viajamos até o Kyrat como Ajay Ghale, um jovem com o desejo de despejar as cinzas de sua falecida mãe em sua terra natal, mas que acaba envolvendo-se em uma guerra civil e em uma luta pessoal com o autointitulado rei, Pagan Min. Em si, a jogabilidade é bastante semelhante à de seu antecessor, mas temos o acréscimo de um sistema de Karma, que, aparentemente, terá relevância no desenrolar da história. Além disso, a sobrevivência no mapa deste jogo é muito mais difícil, não apenas por estarmos em um ambiente montanhoso – o que dificulta a locomoção -, mas também pelo fato das baixas temperaturas afetarem drasticamente o desempenho do protagonista, podendo até matá-lo quando, por exemplo, estiver muito tempo em contato com a água. Bem diferente da ilha tropical de Far Cry 3, certo? Se ainda está achando muito fácil, os animais selvagens agora transmitem doenças letais, tornando obrigatório ao player sempre carregar remédios consigo. Sinceramente, Jason Brody não enfrentou grandes problemas em sua luta contra os piratas.

Far Cry 4 está disponível para XBOX One, XBOX 360, Ps3 e Ps4.

codaw

6. Call of Duty: Advanced Warface – O décimo primeiro jogo da franquia Call of Duty traz consigo um futuro, de certa forma, distópico. No ano de 2054, uma facção terrorista realiza ataques simultâneos à reatores nucleares em todos os continentes, gerando caos e fragilidade governamental. Em desespero, o governo do tio Sam (EUA), procura socorro na corporação Atlas, uma poderosa companhia militar privada, afim de auxiliar no combate aos terroristas e restabelecer a ordem mundial. Dessa maneira, conhecemos nosso protagonista: Jack Mitchell, um ex-fuzileiro naval que perdeu um dos braços em serviço. Como se não bastasse lutar contra os terroristas malucos, Mitchell acaba descobrindo uma conspiração que envolve a empresa para a qual trabalha e, obviamente, cabe a ele – e a nós – resolver o problema. Os gráficos deste jogo são incríveis, preciso dar o braço à torcer, e a jogabilidade foi muito bem aceita pelo público.

Call of Duty: Advanced Warface está disponível para XBOX One, XBOX 360, Ps3 e Ps4.

da

7. Dragon Age: Inquisition – Ainda que “Dragon Age: Origins” tenha sido levemente criticado, a moral da franquia foi razoavelmente levantada com “Dragon Age II”, então as expectativas estavam bem altas para Inquisition. É preciso dizer, logo de cara, que tenho um fraco pelo estilo clássico de RPG que essa saga faz questão de preservar, portanto já a admiro muito. Falando da história, encarnamos o único sobrevivente de uma catástrofe que atinge as facções de magos e templários. Sem motivo aparente, uma marca surge na mão do herói e esta lhe confere o dom para destruir demônios. Consequentemente, o personagem acaba assumindo o posto de líder da Inquisição. O sistema do jogo é similar ao dos antecessores, dando ao jogador liberdade para, por exemplo, forjar alianças e conquistar o respeito de outras facções. Além disso, é possível também manipular o relacionamento dos membros do grupo, algo bastante interessante e que confere um certo quê de realismo ao game.

Dragon Age: Inquisition está disponível para XBOX 360, XBOX One, Ps3 e Ps4.

edi

8. Escape Dead Island – Se você já jogou “Dead Island” e “Dead Island 2”, certamente já ficou curioso sobre como a peste zumbi começou a se espalhar no mundo do jogo. Se a resposta é sim, bem, chegou a hora de descobrir. Em “Escape Dead Island”, vivemos Cliff Calo, um jornalista que toma a decisão de descobrir como tudo começou, indo até o local de origem do surto. Embora pareça fácil, ainda temos um mundo de mortos-vivos para enfrentar, de forma que encontrar respostas e fugir de Banoi prova-se um verdadeiro desafio. Além de tudo isso, Calo está psicologicamente perturbado e é constantemente atacado por alucinações, tornando difícil descobrir o que é realidade ou não. Ao contrário dos outros jogos, Escape Dead Island será em primeira pessoa e contará com gráficos cartunizados.

Escape Dead Island está disponível para XBOX 360 e Ps3.

Anúncios

Sobre Lucas Campos

21 anos. Estudante de Jornalismo. Leitor compulsivo.
Esse post foi publicado em Zona de Teste e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s