Resenha: Extraordinário

capa-extraordinario_frente

August Pullman nasceu com uma síndrome genética que resulta numa deformidade facial. Por causa das complicações decorrentes da doença, ele nunca frequentou uma escola e sua educação ficou por responsabilidade de sua mãe, Isabel. Agora chegou a hora de Auggie ir à escola e enfrentar um de seus maiores desafios: o julgamento que os outros farão da sua aparência diferente.

“Sabe o que eu acho? A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma.” August

Livro: Extraordinário /Autor: R. J. Palacio /Páginas: 318 /Editora: Intrínseca /Ano: 2012

O livro de estreia da autora R. J. Palacio, Extraordinário, traz à tona alguns temas recorrentes do cotidiano, como o bullying e o pré-julgamento através da aparência. Ensinando lições sobre humanidade, a obra encanta pela leveza com que trata temas tão difíceis.

À primeira vista, é possível ter uma ideia de que a história é sobre alguém diferente, por causa da imagem retratada de August na capa. O interior não perde em beleza, com ilustrações de alguns personagens na divisão dos capítulos, Além de possuir letras grandes e margens bem marcadas que facilitam a leitura

“– Quem nós somos! Nós! Certo? Que tipo de pessoas somos? Que tipo de pessoas são vocês? Não é isso o mais importante? Não é esse tipo de pergunta que deveríamos nos fazer o tempo inteiro?(…)” Sr. Browne

capa-extraordinario_azul

O livro é dividido em oito partes, subdividindo-se em capítulos curtos, e a narração é feita em primeira pessoa, intercalando os diferentes pontos de vista dos personagens. Essa estratégia possibilita que o leitor conheça a visão de outras pessoas sobre Auggie e as situações pelas quais ele passa sem gerar cansaço.

Os personagens são cativantes, a começar pelo protagonista, que consegue comover o leitor com tamanha ingenuidade diante de tantas injustiças. As tramas são bem trabalhadas na obra, conseguindo tornar palpáveis para o leitor os conflitos dos personagens diante de algumas situações.

“– Coragem. Bondade. Amizade. Caráter. Essas são as qualidades que nos definem como seres humanos e acabam por nos conduzir à grandeza. (…)” Sr. Buzanfa

O livro é emocionante do começo ao fim. A autora traz reflexões sobre nossos atos e o que podemos fazer para uma convivência melhor com os outros. Com um final comovente e bem elaborado, o livro faz jus ao nome, pois é, de fato, extraordinário.

“Acho que deveria haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida.” August

5invaders

Avaliação: 5 Invaders – Excelente

Se você ficou interessado assista aqui o book trailer e deixe sua opinião nos comentários!

Anúncios

Sobre Diana Araújo

Estudante de jornalismo supersticiosa ao ponto de só levantar da cama com o pé direito. Considera seus livros como filhos. Sempre pula o último degrau da escada. Já assistiu Dirty Dacing trocentas vezes. Tem mania de lavar as mãos. Ama histórias com contos de fadas, princesas e super herois. Ah, e as melhores cantadas são suas.
Esse post foi publicado em Na sua Estante e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Resenha: Extraordinário

  1. galdinoamanda disse:

    Eu sempre me emociono com a temática do bullying, afinal, qual nerd não tem história de exclusão pra contar? Mas o que eu gostei mais desse livro foi a faixa etária dos personagens. Normalmente fala-se de bullying entre adolescentes e tal, e ver uma narrativa sobre crianças me deixou realmente surpresa, até porque a sinceridade de uma criança é a mais cruel. Ela só fala sobre o que ela vê/sente. Por mais que haja casos onde a crueldade faz parte da natureza da pessoa, algumas vezes a inocência é tanta que não percebemos a dor de causamos no outro. Chorei muito nesse livro (sou chorona, confesso) e ele ganhou um lugarzinho especial na minha estante <3

    Curtido por 1 pessoa

    • Diana Araújo disse:

      Obrigada pelo comentário, Amanda! Eu também gostei muito o fato de tratar esse tema através de uma criança. E por isso, pela visão inocente de Auggie, o livro mexeu muito comigo em vários momentos. Com certeza é um dos meus favoritos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s